Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

zassu

18
Nov22

Versejando com imagem - Soneto Moral, Infante D. Luís, Duque de Beja

 

VERSEJANDO COM IMAGEM

 

SONETO MORAL

LUIS-DE-PORTUGAL-–-Portugal.jpg

(Pintura de Luís de Portugal, localizado na Casa Pia Pina Manique Biblioteca, originalmente na parte do Mosteiro de Belém na coleção dos retratos reais)

 

Horas breves do meu contentamento

Nunca me pareceu, quando vos tinha,

Que vos visse mudadas tão asinha

Em tão compridos anos de tormento.

 

Os meus castelos, que fundei no vento,

O vento nos levou, que mos sustinha,

Do mal, que nos ficou, a culpa é minha,

Pois sobre coisas vãs fiz fundamento.

 

Amor com falsas mostras aparece,

Tudo possível faz, tudo assegura

E logo no melhor desaparece.

 

O dano grande, ó grande desventura!

Que por pequeno bem, que enfim falece,

Se aventura um bem, que sempre dura.

 

INFANTE D. LUÍS – DUQUE DE BEJA

Nota - Luís de Portugal (Abrantes, 3 de março de 1506 — Lisboa, 27 de novembro de 1555). Filho do rei Manuel I de Portugal e da infanta espanhola Maria de Aragão, foi 5.º Duque de Beja, 5.º Senhor de Moura, 9.º Condestável de Portugal e Prior da Ordem Militar de S. João de Jerusalém, com sede portuguesa no Crato.

Irmão de D. João III, sobre o infante D. Luís diz-se que só faltou ser rei, dadas as suas qualidades.

Esteve, durante algum tempo, noivo da rainha Maria I de Inglaterra.

Foi, também, considerado para assumir o trono do Reino da Polónia e do Grão-Ducado da Lituânia.

Biografia: https://pt.wikipedia.org/

(Fonte:- http://www.antoniomiranda.com.br/Iberoamerica/portugal/portugal.html, Página publicada em novembro de 2021)

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub