Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

zassu

24
Abr21

Versejando com imagem - Poeta, de Teixeira de Pascoaes

VERSEJANDO COM IMAGEM

 

POETA

2011 - Caminhada entre Oliveira e Cidadelhe 020

Quando a primeira lágrima aflorou

Nos meus olhos, divina claridade

A minha pátria aldeia alumiou

Duma luz triste, que era já saudade.

 

 

Humildes, pobres cousas, como eu sou

Dor acesa na vossa escuridade...

Sou, em futuro, o tempo que passou;

Em mim, o antigo tempo é nova idade.

 

 

Sou fraga da montanha, névoa astral,

Quimérica figura matinal,

Imagem de alma em terra modelada.

 

 

Sou o homem de si mesmo fugitivo;

Fantasma a delirar, mistério vivo,

A loucura de Deus, o sonho e o nada.

 

Teixeira de Pascoaes

Sempre (1898)

In Poesia de Teixeira de Pascoaes

Org. de Silvina Rodrigues Lopes

Lisboa, Editorial Comunicação, 1987

22
Abr21

Versejando com imagem - Fala do sol, de Teixeira de Pascoaes

VERSEJANDO COM IMAGEM

 

POEMA DE TEIXEIRA DE PASCOAES PARA OS JOVENS POETAS GALEGOS

 

O primeiro número da revista Nós, publicado em Ourense em 30 de outubro de 1920, na sua página 3, inicia-se com um poema de Teixeira de Pascoaes, intitulado “Fala do Sol”, dedicado aos jovens poetas galegos, que a seguir reproduzimos:

 

 FALA DO SOL

Virá o verde novinho em folhas... - Árvores desfolhadas e tron

 

Num lar azul sem fim

sou velho tronco a arder.

Há florestas de mãos voltadas para mim,

velhinhas, a tremer…

Os cegos andrajosos

gritam por mim nas trevas. Querem luz!

Gritam por mim as árvores desfolhadas,

os roxos corpos nus,

as fontes congeladas

e os ventos invernosos…

Gritam por mim, à noite, a voz dos mundos

e os poetas moribundos…

 

As lágrimas da chuva,

as lágrimas do órfão e da viúva,

as lágrimas dos trágicos vencidos,

as lágrimas dos mortos esquecidos,

pelas noites de outono, errando ao luar,

vendo-me, em alvas nuvens se evaporam;

Nuvens que eu bebo, a rir, pelos que choram,

erguendo a Deus meu cálix de amargura,

meu cálix de oiro aceso, a trasbordar,

cheio de toda a humana desventura…

5565261_stock-photo-leafless-treetops

20
Abr21

Versejando com imagem - Dedicatória à Galiza, de Teixeira de Pascoaes

VERSEJANDO COM IMAGEM

 

DEDICATÓRIA À GALIZA

Rosalía_Castro_de_Murguía_por_Luis_Sellier 

Galiza, terra irmá de Portugal

que o mesmo Oceano abraça longamente;

berço de brancas nevoas refulgindo

o espírito do sol amanhecente;

altar de Rosália e de Pondal

iluminado a lágrimas acêzas,

entre pinhaes, aos zéfiros, carpindo

maguas da terra e místicas tristezas;

a ti dedico o livro que uma vez,

embriagado de sombra e solidão,

compuz sobre os fraguedos do Marão:

este livro de saudoso e montanhez.

 

Teixeira de Pascoaes (*)

 

(*) Este poema dedicado por Teixeira à Nossa Terra aparece na 2ª edição da sua obra Marános, publicada no Porto em 1920, e na 3ª edição do ano 1930, em Lisboa. Com ele abre o seu livro. Em julho de 1923 publica-o com pequenas variantes na revista Nós.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Aqui há coração

    Poesia em cada palavra.

  • Anónimo

    Depois de ler o texto e do qual gostei imenso (poi...

  • Anónimo

    Depois de ler o texto e do qual gostei imenso (poi...

  • concha

    Herberto Helder! Tão Grande

  • Anónimo

    Um lindo poema cheio de nostalgia.Gostei muito.Par...

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub