Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

zassu

31
Out17

Poesia e Fotografia 503

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

ADEUS


É um adeus…
Não vala a pena sofismar a hora!
É tarde nos meus olhos e nos teus…
Agora,
O remédio é partir discretamente,
Sem palavras,
Sem lágrimas,
Sem gestos.
De que servem lamentos e protestos
Contra o destino?
Cego assassino
A que nenhum poder
Limita a crueldade,
Só o pode vencer
A humanidade
Da nossa lucidez desencantada.
Antes da iniquidade
Consumada,
Um poema de lírico pudor,
Um sorriso de amor,
E mais nada.

 

 

Coimbra, 5 de Junho de 1978

tristeza4.jpg

 

30
Out17

Poesia e Fotogradia 502

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

AGENDA


Sonhar que sonho, agora?
Tempo já sem amor,
Ou dele envergonhado,
Tudo é pecado,
Mesmo imaginar.
A vida insiste
Mas a hora é triste.
Crepuscular,
Cansada,
A durar por durar,
Apenas mede
Esta desgraça
Humana,
Baça,
Quotidiana,
De quem da própria sombra se despede.


Coimbra 12 de Abril de 1978

FB_IMG_1454062748152.jpg

 

29
Out17

Poesia e Fotografia 501

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

INVERNO


Apagou-se a fogueira.
Que frio na lareira
Do coração!
Neva
Na solidão
Da vida.
E o vento traz e leva
Um recado de eterna despedida.


Amor! Amor!
Sei ainda o teu nome redentor,
Chamo ainda por ti a cada hora!
Arde outra vez em mim
Como ardias outrora,
Nos dias de ventura.
Não me deixes assim
Nesta algidez de morte prematura.


Coimbra, 17 de Janeiro de 1978

FB_IMG_1482879784751.jpg

29
Out17

Poesia e Fotografia 500

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

SÍSIFO


Recomeça…
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.


E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar
E vendo
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.


Coimbra, 27 de Dezembro de 1977

landscape-2091671_960_720.jpg

28
Out17

Poesia e Fotografia 499

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

FIANÇA


Entra-me o sol a rir pela janela.
Traz notícias bem-vindas de lá de fora.
Diz que não há sombra agora
No mundo que me espera e que receio.
Que posso, confiado,
Num pégaso sem freio,
Ir cumprir mais um dia do meu fado.


Quarteira, 16 de Agosto de 1977

Vista-para-o-mar-De-Madeira-Ponte-Cais-Do-Sol-3d-j

27
Out17

Poesia e Fotografia 498

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

VOZ ACTIVA


Canta, poeta, canta!
Violenta o silêncio conformado.
Cega com outra luz a luz do dia.
Desassossega o mundo sossegado.
Ensina a cada alma a sua rebeldia.


Coimbra, 8 de Julho de 1977

2017.- Ao redor do Lago de Sanábria (167).jpg

26
Out17

Poesia e Fotografia 497

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

ESPERANÇA


Canto.

Mas o meu canto é triste.

Não sou capaz de nenhum outro, agora.

Em cada verso chora

Uma ilusão,

Tolhida na amplidão

Que lhe sonhei…

Felizmente que sei

Cantar sem pressa.

Que sei recomeçar…

Que sei que há uma promessa

No acto de cantar…


Coimbra, 22 de Junho de 1977

804_vinicius1.jpg

 

25
Out17

Poesia e Fotografia 496

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

ÍCARO


O sol dos sonhos derreteu-lhe as asas

E caiu lá do céu onde voava

Ao rés-do-chão da vida.

A um mar sem ondas onde navegava

A paz rasteira nunca desmentida…


Mas ainda dorida

No seio sedativo da planura,

A alma já lhe pede, impenitente,

A graça urgente

De uma nova aventura.


Bruxelas, 7 de Junho de 1977

3824932.jpg

24
Out17

Poesia e Fotografia 495

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

ALVORADA


Foi tudo simples: aconteceu.

O dia amanheceu,

Acordei,

E reparei

No milagre concreto de viver.

E cantei Como um galo feliz.

O que esse canto diz

É que não sei.


Coimbra, 27 de Maio de 1977

f_159048.jpg

23
Out17

Poesia e Fotografia 494

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

PÁTRIA


Foste um mundo no mundo,

E és agora

O resto que de ti

Já não posso perder:

A terra, o mar e o céu

Que todo eu Sei conhecer.


Foste um sonho redondo,

E és agora

Um palmo de amargura

Retornada.

Amargura que em mim

Também nunca tem fim,

Por ter sido comigo baptizada.


Foste um destino aberto,

E és agora

Um destino fechado.

Destino igual ao meu, amortalhado

Nesta luz de incerteza

E de certeza

Que vem do sol presente e do passado.



Coimbra, 28 de Abril de 1977

533916.jpg

Pág. 1/4

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • zassu

    Obrigado pela coreção.A. souza e Silva

  • Anónimo

    Capela do Socorro (https://viladoconde.com/capela-...

  • Anónimo

    Há decénios que Chaves está em dívida com Miguel T...

  • Fer.Ribeiro

    Sem comentários!

  • Anónimo

    Indique-me o seu mail, por favor.

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D