Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

zassu

03
Out16

Poesia e Fotografia 319

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA
 
POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

PROCURA


Perdi-me tanto, que já não me encontro.
Agulha humana que se foi sumindo
No palheiro do tempo,
Hoje, amanhã, depois
- Aqui a meninice,
Ali a mocidade -,
Não houve sombra que me não cobrisse,
Nem sol que me trouxesse a claridade.


Mas não posso, nem quero conformar-me.
E como um cão fiel que escava a sepultura
Do dono,
Assim, desesperado,
Eu tento
Desenterrar
A imagem do que sou, de não sei que momento
Ou que lugar...


Coimbra, 6 de Novembro de 1956

DSCF4073-2.jpg

03
Out16

Poesia e Fotografia 318

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA
 
POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

FURTO


Saboreio este dia,
Fruto roubado no pomar do tempo.
Sabe-me a novidade,
Deixa-me os lábios doces.
Tem a polpa de sol, e dentro dele
Calmas sementes doutro sol futuro.
Cheira a terra lavrada e a maresia.
E tão livre e maduro,
Que quando o apanhei já ele caía.


Coimbra, 24 de Outubro de 1956

_NOC4445-2.jpg

02
Out16

Poesia e Fotografia 317

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA
 
POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

CONTEMPLAÇÃO


Num berço de granito,
Com a manta do céu
A cobrir-lhe a nudez,
A minha infância dorme.
Nem bruxas, nem fadas
A velar-lhe o sono.
No mais puro abandono
Do passado,
Respira docemente,
Enquanto eu, inútil enviado
Do presente,
Sobre ela me debruço,
E soluço.


S. Martinho de Anta, 30 de Setembro de 1956

AZS_0396-2.jpg

01
Out16

Poesia e Fotografia 316

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA
 
POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

PENÚRIA


Aqui estou, varejado,
Como um pomar no outono.
Caídos a meus pés,
Os versos não exigem
Mais doçura
De mim.
Agora,
Ou alguém os apanha
E saboreia,
Ou apodrecem.
Eu, já só condição
Da colheita futura,
Vou
Roer durante o inverno esta amargura
Que me ficou.


Coimbra, 22 de Setembro de 1956

imagens-lindas-imagens-lindas-de-inverno-7.jpg

 

Pág. 3/3

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Aqui há coração

    Poesia em cada palavra.

  • Anónimo

    Depois de ler o texto e do qual gostei imenso (poi...

  • Anónimo

    Depois de ler o texto e do qual gostei imenso (poi...

  • concha

    Herberto Helder! Tão Grande

  • Anónimo

    Um lindo poema cheio de nostalgia.Gostei muito.Par...

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub