Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

zassu

16
Nov15

Poesia e Fotografia 189

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

PÁTRIA


Flor desenhada no jardim suspenso
Que gravita no céu,
É uma pinta de terra colorida;
Uma rosa de eterna despedida
Que só vive da vida

De cada devotado jardineiro.
Se desmaia no mapa, ressequida,
Tem de ser mais regada no canteiro.


Coimbra, 8 de Dezembro de 1949

A Pátria.jpg

13
Nov15

Poesia e Fotografia 188

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

CRUCIFICAÇÃO


Triste, triste, desgraçado,
Olho o que fiz e não fiz,
E vejo o sol apagado.
Homem feito da raiz
Dum toco da humanidade,
Ou a seiva me não quis,
Ou sou de má qualidade.

 

Coimbra, 11 de Novembro de 1949

12027715_10153613684075053_5688201947034666548_n.j

 

11
Nov15

Poesia e Arte 18

 

POESIA E ARTE

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

GEÓRGICA

 

Se gostas de maçãs, colhe maças
Do teu próprio pomar.
Guarda republicana há sempre em toda a parte
Onde não temos nada,
E a força é cega por definição.
Ora no teu pomar
Podes serenamente
Gozar o transitório paraíso.
Na pequenina haste
Que um dia tu plantaste
Nasceram frutos túmidos e doces
Que são teus.
Colhe, pois esses frutos.
Não faças como o Adão e como a Eva, uns brutos
Que comeram maçãs, mas do pomar de Deus.


São Martinho de Anta, 6 de Outubro de 1949

adam-and-eve-william-strang.jpg 

10
Nov15

Poesia e Fotografia 187

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

NÃO TENHO CERTEZAS

 

Não, não tenho certezas.
Se era esse encanto que vos atraía,
Deixai-me só nesta melancolia
De baixo, aberto e liso e descampado.
Quero viver, quero morrer, e quero
Que ao fim a soma seja um grande zero
Do tamanho da ardósia... e apagado.


Mas são desejos da fisiologia...
Vagas aspirações do dia-a-dia
Duma bilha de barro
Que não vale o cigarro
Que se fuma.
Não, não tenho certezas;
Tenho bruma.


S. Martinho de Anta, 1 de Outubro de 1949

AZS_2505.jpg

09
Nov15

Poesia e Fotografia 186

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

SOLIDÃO CRIADORA

 

Dorme e sonha a meu lado
Tão alheia de mim
Que me sinto um amante abandonado...
Acordá-la?
Gritar?
O poeta é uma angústia que se cala,
A cantar.


Caldelas, 24 de Setembro de 1949

FB_IMG_1445938781218.jpg

08
Nov15

Poesia e Fotografia 185

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

GOETHE

 

Último deus que andou cheio de lama
Junto de nós, divino e curioso
Das nossas insofridas amarguras,
Viu que frágeis e tristes criaturas
Eram homens mortais.
Que loucos e pequenos animais,
Perdidos em quezílias e procuras.

 

Que folhas e que frutos outonais
Já vendidos à morte, como estrume.
Rosas meladas, sem nenhum perfume
De primavera.
Lenha cortada, que já sente o lume
Que a espera.

 

Então, compadecido e devotado,
Demorou-se mais tempo neste mundo
A lutar pela nossa eternidade.
E deixou-nos o plano dessa guerra
Que é preciso fazer:
Criar o céu na terra
E viver!


Caldelas, 28 de Agosto de 1949

Goethe_(Stieler_1828).jpg

05
Nov15

Poesia e Fotografia 184

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

FUGA

 

Vento de passas, leva-me contigo.
Sou poeira também, folha de outono.
Rês tresmalhada que não quer abrigo
No calor do redil de nenhum dono.


Leva-me, e livre deixa-me cair
No deserto de todas as lembranças,
Onde eu possa dormir
Como no limbo dormem as crianças.


Caldelas, 22 de Agosto de 1949

folhacaindo.jpg

Pág. 2/2

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Aqui há coração

    Poesia em cada palavra.

  • Anónimo

    Depois de ler o texto e do qual gostei imenso (poi...

  • Anónimo

    Depois de ler o texto e do qual gostei imenso (poi...

  • concha

    Herberto Helder! Tão Grande

  • Anónimo

    Um lindo poema cheio de nostalgia.Gostei muito.Par...

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub