Segunda-feira, 8 de Janeiro de 2018

Poesia e Fotografia 552

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

 

IDENTIFICAÇÃO


É debaixo do chão que me procuro.
Que fundura atingiu cada raiz?
Andei sempre seguro
À terra original
Ou levitei na vida?
O que disse, o que fiz,
Que força umbilical,
Obedecida,
O quis?


Nada que eu tenha sido
Tem sentido
Se ouvi, passiva,
A voz activa
Da condição.
Se, por abstracção,
Me esqueci que sou todo
Feito de lodo
Como Adão.


Coimbra, 28 de Outubro de 1984

22280733_1526302280749264_8625846565908512768_n.jp


publicado por zassu às 09:24
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Poesia e Fotografia 565

. Poesia e Fotografia 564

. Poesia e Fotografia 563

. Poesia e Fotografia 562

. Poesia e Fotografia 561

. Poesia e Fotografia 560

. Poesia e Fotografia 559

. Poesia e Fotografia 558

. Poesia e Fotografia 557

. Poesia e Fotografia 556

.arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

.tags

. todas as tags

.A espreitar

online

.StatCounter


View My Stats

.subscrever feeds