Terça-feira, 7 de Novembro de 2017

Poesia e Fotografia 509

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 

POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

PÂNICO


Que chave de negrura fecha o dia
Que amanheceu aberto?
Em que seco deserto
Se transformou a veiga dos meus versos?
Vida! Quero viver!
Musa! Quero cantar!
Ainda sinto o coração a bater.
Ainda sou capaz de me inspirar.


Sei que o fim se aproxima, mas protesto
Contra qualquer mortalha antecipada.
Enquanto eu der a cada hora triste
A graça da ilusão,
Exijo o meu quinhão
De plenitude.
Poemas de uma nova floração
Numa fértil segunda juventude.


Coimbra, 16 de Outubro de 1978

4614975769_193c62b91c_o.jpg


publicado por zassu às 19:41
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 9 seguidores

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Poesia e Arte 58

. Poesia e Arte 57

. Poesia e Fotografia 518

. Poesia e Fotografia 517

. Poesia e Fotografia 516

. Poesia e Arte 56

. Poesia e Fotografia 515

. Poesia e Fotografia 514

. Poesia e Fotografia 513

. Poesia e Fotografia 512

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

.tags

. todas as tags

.A espreitar

online

.StatCounter


View My Stats

.subscrever feeds