Quarta-feira, 26 de Julho de 2017

Poesia e Fotografia 416

 

 

 

POESIA E FOTOGRAFIA

 


POEMAS NOS DIÁRIOS DE MIGUEL TORGA

 

CANTILENA DA PEDRA

 

Sem musa que me inspire,
Canto como um pedreiro
Que, de forma singela,
Embala a sua pedra pela serra fora...
Upa! Que lá vai ela!
Upa! Que vai agora.


A pedra penitente que eu arrasto
Tem o tamanho de uma vida humana.
E só nesta toada a movimento,
Embora o salmo já me saia rouco.
Upa! Meu sofrimento!
Upa! Que falta pouco...


Coimbra, 30 de Julho de 1968

2187729723_efb1237973.jpg

 


publicado por zassu às 18:53
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13


25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Poesia e Fotografia 465

. Poesia e Fotografia 464

. Poesia e Fotografia 463

. Poesia e Fotografia 462

. Poesia e Fotografia 461

. Poesia e Fotografia 460

. Poesia e Fotografia 459

. Poesia e Fotografia 458

. Poesia e Fotografia 457

. Poesia e Fotografia 456

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

.tags

. todas as tags

.A espreitar

online

.StatCounter


View My Stats

.subscrever feeds